Jornal Integração desde 1997 circula em Capivari do Sul e Palmares do Sul

quarta-feira, 5 de março de 2014

Alguém de sã consciência discorda do que este senhor diz ?

* Adolpho Adduci
    Avante Patriotas: No dia 22 de março de 1964 completa 50 anos da marcha da Família por Deus pela Liberdade vendo algumas fotos me vem lacrimas nos meus olhos em lembrar que maravilha que foi eu jovem com os meus 24 anos estar junto a uma multidão ordeira participando da Marcha da Família com Deus pela Liberdade por um Brasil melhor e conseguimos com os bravos militares que fizeram a Revolução de 1964 foram tempos de “Ordem e Progresso”.
Infelizmente morando a 350 quilômetros da Cidade de São Paulo e já com 73 anos vou vibrar para que se repita como foi em 1964, nos não podemos deixar manchar a nossa Bandeira por esses comunistas, terroristas e baderneiros que estão levando o Brasil para uma situação muito difícil para as futuras gerações queremos sim uma verdadeira democracia mais uma democracia com respeito às Leis o que não vem acontecendo em nosso país onde o bandido tem mais garantias do que o povo honesto e trabalhador, onde Ministros do Supremo Tribunal Federal não sabem ou se fazem de ignorantes para proteger uma quadrilha que se aproveitou do cargo para roubarem, onde uma comissão de direitos humanos juga só um lado esquecendo que eles como terroristas na época mataram muitos inocentes, quantos se beneficiaram da Bolsa Ditadura esquecendo-se de indenizar as famílias de mortos pelo terrorista, protegendo os menores assaltantes que roubam, matam, pois sabem que não irá dar em nada temos que diminuir a idade penal para 14 anos parem de passar a mão na cabeça desses menores eu com 13 anos trabalhava, pois naquela época existia a Carteira de Menor, mas o Brasil de hoje e isso:
 O Partido dos Trabalhadores está no poder a 10 anos nesse período de desgoverno não fez nenhuma obra importante tanto Luiz Inácio e Dilma em compensação fizeram e estão fazendo enviando milhões de dólares para países comunistas e principalmente para Cuba desse assassino Fidel Castro que esta a mais de 50 anos no poder só ouvimos falar em corrupção, saúde, educação e segurança o que foi. Feito para melhorar?
No ano de 1964 eu, na época, tinha 24 anos morava na Cidade de São Paulo andava pelas Ruas do Centro a noite de madrugada viajava muito por todo esse interior nunca fui molestado ou parado por qualquer Militar do Exército ou da Polícia Civil e Militar e nem preso e muito menos torturado, hoje nem pensar em sair de Casa ir ao Banco tirar dinheiro, pois será assaltado, torturado, em sequestro relâmpago arrastão em Restaurantes, assalto de quadrilha em Prédios e Residências a bandidagem mata por prazer de matar esse e o Brasil de Hoje. Eu vivi a era do regime militar! E graças a Deus, nunca ouvi ninguém que fosse honesto e trabalhador reclamar de ter sido perseguido e/ou torturado, e naquele tempo tínhamos segurança! Não como se vive hoje que nem dentro da própria casa estamos seguros, e quer saber mais? Foram eles os militares competentes que fizeram as grandes obras que o Brasil tem funcionando ainda hoje, hidroelétricas, estradas, se ficam mais dois anos no poder até a transamazônica teriam terminado.
Depois disso, mostra pra mim o que foi feito? Bolsas e promessas, nada mais.
* Aposentado

segunda-feira, 3 de março de 2014

Roberto Jefferson: Bandido ou mocinho?

O ex-deputado  Roberto Jefferson, delator do esquema do mensalão, foi levado pouco antes das 20h desta segunda-feira (24) do Complexo de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio, para um presídio em Niterói, na Região Metropolitana. Jefferson é o 19º preso do processo do mensalão. Dos 25 condenados, 20 tiveram prisão decretada, mas um deles, Henrique Pizzolato, fugiu para Itália. Pizzolato está detido desde o dia 5 de fevereiro na Itália e o Brasil deverá pedir a extradição na semana que vem para que a pena seja cumprida em território brasileiro.
Várias teses podem ser levantadas sobre o motivo que levou o ex-deputado a realizar esta denuncia que denegriu completamente a imagem do Partido dos Trabalhadores, até porque  sendo advogado ele tinha conhecimento que também seria condenado porque participava do esquema.
Na época da denúncia, o governo do então presidente Lula tinha uma aceitação de quase 90% dos brasileiros e tudo indicava que venceria a reeleição no primeiro turno com larga vantagem de votos, fato que aconteceu. Essa situação começou a preocupar o deputado federal Roberto Jefferson, pois  na carona da popularidade do presidente com certeza a bancada petista na câmara federal cresceria substancialmente podendo alcançar a maioria absoluta. Se assim acontecesse, e tudo indicava que iria acontecer, o petebista que é um homem extremamente inteligente e visionário percebeu que deveria fazer alguma coisa para evitar que o PT tomasse conta do Brasil. E desta forma fazer o que bem entendesse, inclusive limitar as reeleições e Lula poderia comandar o pais de forma vitalícia. Se não bastasse isso, alguns políticos da “direita”, entre eles, o próprio Roberto Jefferson, iriam parar na cadeia pelas falcatruas efetuadas ao longo de seus mandatos. O PT continuaria vendendo a imagem de honestidade e os contrários de sua ideologia seriamacusados de corruptos e desonestos e poderiam “apodrecer” na prisão de uma forma democrática e transparente.
Com a denúncia do mensalão, o deputado ganhou delação  premiada e uma condenação de sete anos e 14 dias de prisão no melhor presídio do país em regime semiaberto, somente dormir na cadeia, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e multa de R$ 700 mil. Valor que deverá receber através de doações dos simpatizantes.
No dia da prisão, a polícia federal estava de plantão na frente de sua casa. Ele pegou sua potente moto Harley Davidson circulou por duas horas pelas lindas paisagens cariocas, posou para os fotógrafos e depois se entregou no melhor estilo cinematográfico americano.
De bandido passa a ser herói, a final de contas,  Roberto Jefferson delatou para a justiça brasileira um esquema de corrupção de dar inveja a qualquer roteirista de longa metragem. Vinte cinco pessoas foram presas e muito dinheiro, ou melhor, um pouco de dinheiro voltou para os cofres públicos.
Não é de se duvidar que em breve seja feito um filme deste episódio e um galã popular, tipo Thiago Lacerda, Toni Ramos, Marcio Garcia ou Reynaldo Gianecchini, interprete o papel de Roberto Jefferson na qualidade de “mocinho”.

Essa é a minha opinião.
Carlos Augusto Pajares
Diretor do Integração

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Começa 6º Rodeio Crioulo Estadual em Capivari do Sul

Iniciou ontem, dia 13, 6º Rodeio Crioulo Estadual em Capivari do Sul, que está sendo realizado no Parque de Eventos Abrahão Nunes. O patrão do Piquetes de Laçadores de Capivari, Paulo Nunes está otimista quanto ao número inscrições para as várias provas campeiras que serão realizadas. Na prova Pai e Filho houve 87 inscrições, a Taça Cidade que este ano homenageia o tradicionalista Boaventura Barbosa, segundo estimativa deve contar com 250 inscrições e o Laço em dupla que inicia no sábado em torno de 300 inscrições.
Além das provas campeiras acontecerá eventos artísticos muito shows entre eles apresentação de Rui Biriva e Luiz Marenco.
Veja a programação completa.