Jornal Integração desde 1997 circula em Capivari do Sul e Palmares do Sul

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Dia de Campo da FM & Canquerini reúne 200 produtores rurais em Capivari do Sul




 Na última quarta-feira (10), cerca de duzentos produtores se reuniram para o 4° Dia de Campo realizado pela FM & Canquerini, na Estação Experimental Canquerini, de propriedade de Fernando Canquerini, localizada no Túnel Verde, em Capivari do Sul. O evento teve como tema “Manejo da cultura do arroz e da soja”.
 
Os produtores, pesquisadores e técnicos presentes foram divididos em 10 diferentes estações: sete tratavam especificamente da cultura do arroz, “Manejo de Plantas Daninhas resistentes DOW AGROCIENCES”; “Manejo para altos rendimentos Projeto 10/lucratividade”; “Cultivares de arroz”; “Cultivares Hibridas RICETEC”; “Manejo Cultural (Densidade e semeadura, manejo de água, tipos de adubo-Formula x M.Prima)”; “Cultivar Guri – Sistema CL/Basf”; e três Estações sobre o manejo de soja, “DUPONT – Manejo Fitossanitário”; “Estratégias de manejo para altas produtividade de soja”; e “Manejo cultural de soja”, onde ouviram os temas ministrados pelos palestrantes.
 
O sócio proprietário da FM Comércio, Márcio Delfin, informou que esse é o 4ª Dia de Campo que a empresa realiza desde a fundação da nova sede em Capivari do Sul. “Nesses eventos temos como objetivo gerar informações sobre as novas tecnologias para melhorar o cultivo das lavouras oferecendo maior rendimento”, disse.
 
O engenheiro agrônomo Valmar Júnior, responsável técnico pela propriedade, comentou que são realizados testes de diferentes sistemas que envolvem a diversidade para a produção em terras baixas. “Através destes estudos que estamos fazendo aqui conseguimos aplicar nas lavouras de arroz e soja e assim colher um produto com mais qualidade e com rendimento maior”, afirmou. Valmar ainda disse que esse foi o primeiro evento direcionado diretamente para a cultura da soja, onde frisou a importância dos trabalhos dos pesquisadores Claudia Lang e Anderson Vedelago. Também fez questão de mencionar o trabalho do ex-pesquisador do Irga, Valmir Menezes, que além de pesquisas, lhe ajuda no planejamento das lavouras.
 
Para o presidente da Associação do Arrozeiros de Palmares do Sul, Capivari do Sul, Cidreira, Balneário Pinhal e Osório, o engenheiro agrônomo Roberto Hirtz Dutra, dois temas lhe despertaram a atenção. “O lançamento de novas variedades de arroz que apresentam características resistentes a doença da Brusone, e também as novas variedades de soja com alta capacidade de produção em solos úmidos foram interessantes. São novas alternativas para o plantio do arroz e da soja que poderão aumentar a produtividade de grãos”, salienta Bebeto.
 
Após as atividades os produtores e convidados assistiram a apresentação do cantor Beto Pires, seguido de um churrasco oferecido pela Estação Experimental e produzido pela Decorhouse de Capivari do Sul para as 350 pessoas presentes no local.

Rápidas: trânsito em Capivari do Sul

* Por Carlos Pajares 
 
Ciclistas 1
Uma moradora de Capivari do Sul, que reside a pouco tempo na cidade, ficou impressionada com a falta de conhecimento de alguns ciclistas que não respeitam o trânsito e pedalam na contramão das vias. Entrei em contato a Brigada Militar de Capivari do Sul onde fui informado que caso exista um sinistro dessa forma, se o condutor do veículo entrar na justiça provavelmente  o ciclista terá que pagar os danos.

Ciclistas 2
O prefeito de Capivari do Sul, Marco Cardoso, também contribuiu informando que já está implantada a Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari) no município e, em breve, indicará os membros que ficarão responsáveis pela sinalização urbana e julgamento das multas, como também da realização de campanhas educativas.

Ciclista 3
Marco adiantou que pretende solicitar a colaboração dos policiais militares que estão na reserva e moram em Capivari do Sul. Segundo ele, essas são as pessoas indicadas para reorganizar o trânsito devido ao grande conhecimento que obtiveram ao longo de suas carreiras.

Pedestres 1
O mesmo comentário serve para alguns pedestres que caminham na contramão. Eu, por exemplo, outro dia, quase atropelei um pedestre, pois transitava pela rua Vinte de Setembro e entrei na Adrião Monteiro, sentido Capivari-Palmares. Olhei com atenção para o norte (Osório-Capivari). Como havia possibilidade de entrar na avenida acelerei, dobrando a direita. Para surpresa minha uma pedestre vinha na contramão. Por detalhes não a atropelei.

Pedestres 2
Espero que não ocorra um acidente fatal para que os pedestres e ciclistas se conscientizem que andar na contramão é crime de trânsito.

Ano letivo
Para marcar o início do ano letivo na rede estadual de ensino, a Secretaria da Educação realizará uma conferência com especialistas da área voltada aos servidores. O evento será no dia 24, no Auditório Mondercil Paulo de Moraes, do Ministério Público em Porto Alegre. Nas escolas, as aulas começam no dia 26.

Dia de Campo
Parabenizo a equipe da FM & Canquerini pelo belo trabalho que realizaram para organizar o Dia de Campo, que foi realizado dia 10, no Túnel Verde, em Capivari do Sul. Fico feliz que meu ex-aluno de técnicas agrícolas na década de 80 na Escola Arthur da Costa e Silva, Márcio Delfin, é sócio-proprietário desta empresa que presta relevantes serviços aos produtores rurais.

Abertura da colheita do arroz
O vice-prefeito de Capivari do Sul, Leandro Monteiro, e o secretário da Agricultura, Luiz Andrade, estiveram prestigiando a Abertura Oficial da Colheita do Arroz, que aconteceu em Tapes. É importante que políticos de nossa comunidade estejam presentes nesses eventos que divulgam o arroz, já que este é a mola propulsora da nossa economia.

Editorial: Comunicação x convívio familiar


As novas invenções tecnológicas sem dúvida nenhuma trouxeram vários benefícios para a humanidade. No entanto, o tempo voa e a conversa de “galpão” não existe mais, o diálogo entre amigos e familiares não passam de monólogos. Um casal de classe média com dois filhos e uma casa de três quartos, um quarto para cada filho, normalmente possui quatro TVs, uma em cada quarto e a outra na sala de visitas, quatro computadores ou celulares com acesso a internet e facebook, e raramente se comunicam entre si, o contato mais próximo entre eles pode ser em uma refeição por dia. A falta de comunicação, que por incrível que pareça, é o que tem de sobra nesse século, está afastando o contato humano cada vez mais, porque cada um vive em seu mundo individual buscando cada vez mais comunicação nas redes sociais e internet.
 
Na atualidade, é comum um amigo vir visitar um familiar e o pai ou mãe não saber se o filho está em casa. “Um momento eu vou ver se ele (a) está”. A visita responde: - Está sim. Acabei de confirmar pelo facebook. Na antiguidade, menos de 20 anos atrás, existia uma dificuldade imensa de comunicação entre as pessoas, no entanto existia um diálogo familiar.
 
Celulares tornam mais fácil entrar em contato com a família e amigos, seja para passar o tempo durante uma longa viagem ou lembrar rapidamente sua esposa de comprar leite no supermercado. Se não há tempo para conversar, envie uma mensagem de texto rapidamente. Isto lhe permite ficar conectado mesmo durante reuniões do trabalho ou em locais públicos, nos quais uma conversação por voz seria inapropriada, tal como no caixa de um supermercado.
 
Hoje em dia tudo pode ser encontrado na Internet, desde grandes magazines que vendem televisores, ipods, celulares, Iphone, câmeras de vídeo e cds até pequenas livrarias virtuais e editoras que comercializam livros de autores que antes da internet não viam possibilidades de ver seus trabalhos publicados, e agora os publicam da forma tradicional e também de forma eletrônica (e-books) que são na verdade arquivos digitais que trazem todo o tipo de informação e tem o seu custo baixíssimo quando comparado a uma publicação tradicional. As pessoas finalmente se rendem e acabam descobrindo inúmeras possibilidades de aprender com a grande rede e até mesmo ter algum lucro com ela, aprende-se de tudo um pouco.
 
O celular e a internet são duas invenções tecnológicas que sem dúvida nenhuma trouxeram vários benefícios à sociedade, no entanto quebrou em definitivo o contato humano, as boas gargalhadas, muitas vezes sem sentido, mas nos deixavam alegres. Hoje não se escuta gargalhadas, se escreve: kkkkkkk ou hehehehehe. Um beijo e um abraço também não precisam de contato físico apenas se escreve: abraços... bjs. Tem uns que para enfatizar mais mandam figurinhas de um coração ou coisa parecida.
 
Os amigos, quando discutem e ficam de mal, ao invés de tirar satisfação pessoalmente, apenas o excluem e bloqueiam do Facebook, o que torna isso muito pior do que se tivesse ido as vias de fato.
Pesquisas recentes apontam que os brasileiros têm, em média, nove anos quando acessam o mundo virtual pela primeira vez. Com o crescimento do acesso das crianças na internet ou redes sociais com certeza vai aumentar desintegração familiar, portanto está na hora dos pais, se ainda não estão viciados pelo mundo comunicação, adotarem regras familiares para terem mais dialogo e contato humano com seus filhos.
 
É bom frisar que já existem pais que tomaram medidas importantes para revitalizar o convívio familiar. Em primeiro lugar retiraram as televisões dos quartos. Videogames, internet ou outros equipamentos eletrônicos só podem ser acionados em horários estipulados.

* Editorial Jornal Integração 13/02/2015

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Rápidas: deputados estaduais

* Por Carlos Pajares

Gabinete Itinerante
Li no blog do jornalista Gastão Muri  que o vereador Ed Moraes (PMDB), de Osório, criou o Gabinete Itinerante, uma forma de se aproximar dos moradores dos bairros e suas necessidades. O primeiro encontro será neste sábado (7), na Praça Inácio Manoel da Silva, na rua Imbé, bairro Primavera, a partir das 14 horas. Os demais encontros vão acontecer no segundo e quarto sábado de cada mês.
 
É uma boa iniciativa do vereador porque terá contato direto com as pessoas, mas no meu entendimento, se ele fosse nos bairros seria muito mais proveitoso pois iria verificar as condições reais em que vivem os munícipes.

Deputados estaduais 1
No sábado passado, dia 31, tomaram posse os deputados estaduais. Houve uma renovação de 40% dos eleitos, entre eles, está Any Ortiz, do PPS, e Gabriel Souza, do PMDB. Ambos são novatos na Assembleia, com também na idade, pois possuem 31 anos cada um.

Deputados estaduais 2
Outra característica comum entre Any e do Gabriel é que possuem afinidade com o Litoral Norte. O peemedebista com a cidade de Tramandaí, e a socialista com a cidade de Palmares do Sul, mais precisamente com o distrito de Quintão.

Deputados estaduais 3
O Litoral Norte também possui o deputado estadual que foi eleito para cumprir a sexta legislatura, que é Ciro Simoni, do PDT. O médico Ciro Carlos Emerim Simoni está na atividade política desde 1979, quando foi fundado o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Foi vice-prefeito de Osório em 1985 e prefeito em 1988. Em 2010, elegeu-se para o quinto mandato como deputado estadual e agora, em 2014, assume para exercer o sexto mandato na Assembleia Legislativa.
 
Representação política 1
Além dos três deputados estaduais, Any Ortiz, Gabriel Souza e Ciro Simoni, o Litoral Norte ainda conta o deputado federal Alceu Moreira, natural de Osório, que foi reeleito para o segundo mandato, e o Ministro Eliseu Padilha.

Representação política 2
Eliseu Padilha é formado em direito pela Unisinos, foi prefeito de Tramandaí, de 1989 a 1992. Foi deputado federal desde 1995. Todos os seus mandatos foram exercidos no PMDB, ao qual é filiado desde 1966, quando o partido era denominado MDB. Ocupou o Ministério dos Transportes, no governo FHC, de 1997 a 2001. Em dezembro de 2014 foi anunciado oficialmente ministro da Aviação Civil para o segundo mandato do Governo Dilma Rousseff.

Representação política 3
Três deputados estaduais, um deputado federal e um ministro. Esse é o resultado das últimas eleições gerais que o Litoral Norte conquistou, portanto é de se esperar que muitas melhorias ocorrem nas cidades litorâneas, até porque eles fazem parte da base aliada, tanto do governo estadual como federal. O PPS não se aliou ao governo federal, porém não se posicionou contra, ou seja, está em cima do muro.

Prefeitura e ASQUI promovem Escola de Surf em Quintão


Objetivo não é formar atletas e futuros campeões, mas sim tornar as crianças cidadãos de bem

A temporada de verão 2015 na praia do Quintão ficará marcada na história do município. Após cinco anos sob nova direção e 14 campeonatos realizados, distribuindo mais 80 pranchas, a Associação dos Surfistas de Quintão – ASQUI, em parceria com a prefeitura municipal de Palmares do Sul (prefeito Paulo Lang), através do secretario de Turismo Endrigo Gonçalves, inova mais uma vez trazendo pela primeira vez para a beira mar a Escola de Surf Movimento Surf Quintão.
 
Com a crescente do esporte no país, tendo no atleta Gabriel Medina o primeiro titulo mundial do WCT (principal competição da modalidade no mundo), o interesse pela modalidade seria a marca da temporada de veraneio 2015. A ASQUI e a prefeitura municipal entenderam que Quintão deveria proporcionar esta vivência aos moradores e veranistas. E o resultado não poderia ser diferente. Só no mês de janeiro a escolinha já atendeu aproximadamente 60 crianças da comunidade, que além de despertar interesse pelo esporte e suas técnicas, aprendem nas aulas noções de relações interpessoais, valorizando a saúde do corpo e da mente, a preservação da natureza, o respeito pelo mar e todo ecossistema que englobam nossa orla.
 
No último domingo a ASQUI levou os alunos Gabriel, Franciso, Caroline e Lucas para participarem de um campeonato na praia de Magistério e levará dia 11 em outro campeonato, desta vez em Cidreira.
 
O principal objetivo não é formar atletas e futuros campeões, mas sim através do esporte tornar estas crianças em cidadãos de bem, com respeito pela própria saúde e atitudes eco-sustentáveis.
 
A ASQUI convida todos para prestigiar a formatura da turma de janeiro da escolinha, que acontecerá neste sábado, dia 7, a partir da 16h30min na beira mar na avenida dos Bancários.
 
Mas o projeto não para por ai. Para finalizar a temporada e colocar a praia do Quintão mais uma vez no cenário do surf nacional, consagrando este brilhante trabalho da ASQUI, prefeitura e Federação Gaúcha de Surf, através do presidente Cristiano Figo, a organização está preparando um encerramento com chave de ouro para marcar na vida destas crianças e da comunidade como um todo. A realização do Quintão Surf Pro 2015, válido como segunda etapa do gaúcho amador e primeira etapa do circuito gaúcho profissional de Surf, acontece nos dias 6, 7 e 8 de março. A competição irá reunir mais de 150 atletas profissionais e amadores de todo o sul do país, em conjunto com o encerramento do projeto Movimento Surf Quintão, onde as crianças terão contato direto com os principais nomes do surf da região sul do país, colocando mais uma vez o Quintão em destaque no cenário nacional.

Any Ortiz toma posse na Assembleia Legislativa


Filha do empresário e ex-prefeito de Palmares do Sul Ernesto Ortiz, deputada conquistou 1.257 votos em Palmares. Em Capivari fez 121 votos


Foram empossados na tarde do dia 31 de janeiro, em sessão solene na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, os 55 deputados estaduais eleitos para os próximos quatro anos. Destes, 33 são parlamentares reeleitos. Ou seja, os nomes restantes representam uma renovação de 40% do parlamento gaúcho.
 
O número de representações partidárias aumentou de 12 para 15, sendo que praticamente a metade é composta por bancadas de um único representante: PPL, PPS, PR, PRB, PSD, PSOL e PV. PT, PMDB, PDT, PP, PTB, PSDB, PSB e PCdoB completam a lista.
 
A sessão solene também foi marcada pela transmissão de cargo na presidência. O novo comandante da Assembleia é o deputado Edson Brum (PMDB).
 
Entre os novatos, se encontra Any Ortiz, que foi eleita pelo Partido Popular Socialista (PPS), onde obteve 22.553 votos. Solteira, 31 anos, advogada, nasceu em Canoas, mas grande parte de sua infância viveu no balneário Quintão, distrito de Palmares do Sul.
 
Filha do empresário e ex-prefeito de Palmares do Sul, Ernesto Ortiz, conquistou 1.257 votos no município, tornando-se a candidata mais votada em Palmares nas últimas eleições. Em Capivari do Sul, computou 121 votos.
 
Cabo eleitoral número um da deputada, o pai Ernesto Ortiz comentou em redes sociais que Any é seu orgulho e de toda a família. Desejou um bom trabalho e que tenha competência e sorte nessa nova empreitada. “Agradeço de novo a nossa família e a todos nossos amigos que acreditaram em ti, em especial ao povo de Palmares do Sul e Capivari do Sul”, comenta Ortiz.
 
Três dias após tomar posse, a deputada protocolou seu primeiro projeto na Assembleia Legislativa do RS. O texto trata de alterações na lei 2.285 de 1979 que concede subsídios a ex-governadores do Estado. Atualmente, a lei permite aos ex-governadores o recebimento de subsídio mensal vitalício equivalente ao vencimento do Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado. Um projeto pedindo a extinção deste benefício já havia sido protocolado em 2007 pelo então Deputado do PPS, Luciano Azevedo que, ao renunciar o mandato para assumir a prefeitura de Passo Fundo, teve seus projetos arquivados por uma norma da Assembleia. Hoje, as alterações propostas pela Deputada, buscam limitar para um período de no máximo 4 anos o recebimento do subsídio, além de impossibilitar que ele seja transferido aos seus beneficiários legais.
 
Na justificativa do projeto, a deputada explica que "O subsídio é razoável no período de até 4 anos após término do mandado. Sabemos que o governador abre mão de suas atividades profissionais para se dedicar integralmente a sociedade gaúcha. O que se busca com o projeto é corrigir a questão da vitaliciedade e transferência, pois não é justificável legalmente. Não há na Constituição Federal e na Carta Estadual dispositivos autorizando tal benefício que, inclusive, ofende o princípio da moralidade administrativa.
 
Além destas questões, vivemos em um período de contenção de gastos e maior racionalidade no emprego do dinheiro público, então, esta medida é premente para que esta correção também contemple esta lei."

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Presidente da Amlinorte critica colunista da ZH


Sobre o texto “Vento no Litoral”, escrito pelo colunista Marcos Piangers na Zero Hora de 06/02/2015, na qual considero que o autor foi infeliz ao escrevê-lo e o qualifico como inverídico, gostaria de, na qualidade de presidente da AMLINORTE (Associação dos Municípios do Litoral Norte), tecer alguns comentários:

Nosso Litoral tem abundância de riquezas naturais, belas dunas, fauna e flora diferenciada, bem como atrativos turísticos. Como pode um autor, com o mínimo de inteligência, reclamar do vento; como se para isso houvesse algum “culpado” (já que tal acontecimento é por força da natureza e pode ocorrer em todos lugares, como, por exemplo, nas praias catarinenses)?!

A mesma liberdade que ele teve de escrever este texto que feriu milhares de gaúchos, as pessoas também têm de escolher as músicas que querem ouvir. Sendo ele um radialista, me parece contraditório citar os hits nacionais em tom de crítica; uma vez que a música brasileira é tão importante quanto a estrangeira. Aliás, me parece contraditório, também, que sua posição sugira uma ideia divergente às ações de sua empresa; já que a rádio em que trabalha realiza diversos eventos neste mesmo litoral, e, no entanto, não o qualifica da mesma forma. Assim como as capas da própria Zero Hora, quando destaca o Litoral em lindas imagens. Ou ele estaria debochando do profissionalismo e credibilidade do veículo ao chamar as fotos de “desagradáveis”?

Do ponto de vista político, já estamos reivindicando junto aos governos estadual e federal os mesmos investimentos para o Litoral que o Estado destina para outras regiões. Estamos, também, trabalhando em busca de um plano de turismo e infraestrutura para todo nosso Litoral. Da mesma forma, deixamos nosso pedido de parceria em outras instâncias representativas da sociedade. O Litoral tem um grande potencial em diversos setores, como no eólico, turístico e natural.

Para finalizar, creio ser bom o colunista ter marcado um psiquiatra, como citado no texto, pois assim pode se tratar para não escrever tantas palavras de forma desequilibrada e, até, desrespeitosa em um espaço tão valioso. Penso que os 72 carros por minuto, e outros tantos que passam por outras rodovias em direção ao Litoral, estão, sim, certos, em vir aproveitar. Curioso é que neste mesmo número de carros estão milhares de pessoas que não demonstram arrependimento de aqui estarem, e voltam, sempre, durante toda temporada de verão ao nosso belo litoral gaúcho.

PAULO HENRIQUE MENDES LANG
Prefeito de Palmares do Sul
Presidente da AMLINORTE